terça-feira, 8 de junho de 2010

um susto: a realidade.

Ela estava prestes a tirar a roupa para entrar num banho quente. A porta do banheiro estava aberta e não havia mais ninguém em casa, nenhum rastro de lembranças deixadas para trás. Os olhos estavam embaçados, inclusive.
Ela já completava uma certa idade média e seus pais moravam na capital com seu irmão mais novo.
A sensação de liberdade possuía aquele momento, fazendo companhia para a solidão, que de certo modo a fazia sentir vivíssima.
O vento batia as janelas devagar. E pelas ruas daquela cidade localizada no interior de São Paulo se ouviam crianças brincando na rua. O gato pulando de um telhado para o outro e nada mais.
Essa é a trilha sonora da história. A realidade.

3 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Uma realidade solitária, mas bem poética.

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

karla disse...

A realidade....

karla disse...

e tem dia que é bem assim mesmo por lá..