domingo, 6 de fevereiro de 2011

roda

Acendo velinhas de madrugada, incensos, faço pedidos, escrevo cartas e escolho pedras, me trato com carinho. Sorrio. Vejo. Sinto. Choro. Brinco de roda vida.

4 comentários:

Arthur disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriana ♣* disse...

Querida!

É brincar de roda viva MESMOOO!!!

De vez em quando é triste e dilacera o coração, mas de vez em quando é lindo e alegra o coração.

Bjs

Roberto Borati disse...

coisa boa te ler, muito mesmo....

ps. mínimos múltiplos voltou....passe lá.

Pontos disse...

Sempre se trate com carinho!