terça-feira, 21 de setembro de 2010

barquinho

- Filhinha, joga o barquinho na correnteza, aproveita que está chovendo. E viva. Não espere ele voltar. O que será, será.

2 comentários:

Adriana ♣* disse...

Queridíssima, Laís!
Como é difícil soltar o barquinho na correnteza e não esperar ele voltar...
Medo, ansiedade, solidão, fé, acreditar....
Bjs

Tainá Caom de Almeida disse...

"Como é difícil soltar o barquinho na correnteza e não esperar ele voltar".

É muito difícil mesmo, mas você sabe que tanto quanto ele nunca mais pode voltar, poderão aparecer novos barquinhos. :)

Luz. Há luz.